A goiana Larissa Andrade é a primeira modelo brasileira a
estrelar uma ficção científica dirigida por Jeremiah Jones, que deve ser lançada ainda neste semestre na plataforma de streaming

 
A modelo e atriz goianiense Larissa Andrade, que mora nos Estados Unidos atualmente, será a protagonista de “Alien Warfare”, um filme de ficção científica dirigido por Jeremiah Jones. Ela é a primeira modelo brasileira a estrelar uma produção desse tipo na Netflix dos Estados Unidos. O filme, que já teve as gravações encerradas e se encontra na fase de pós-produção, está previsto para ser lançado ainda no primeiro semestre de 2019.
A goiana destaca o espaço que vários brasileiros vêm conquistando nessa área, ao longo dos últimos anos, nos Estados Unidos. “Tenho muito orgulho dos brasileiros que estão abrindo espaço em Hollywood, como Rodrigo Santoro, Wagner Moura, Alice Braga e José Padilha”, declara. Ela também comemora a oportunidade de protagonizar uma produção desse porte. 
“Esse filme representa um marco na minha vida, porque eu batalhei muito para começar essa nova carreira”, vibra. Larissa Andrade é modelo desde os 15 anos e já fez diversos trabalhos, incluindo campanhas para grandes marcas e desfiles, em Hong Kong, Coreia do Sul, Tailândia, Itália, Espanha, Inglaterra, Israel e Estados Unidos. Além disso, já posou para o renomado fotógrafo estadunidense Terry Richardson. 
Em 2013, ela começou a fazer cursos de atuação nos Estados Unidos, passando pelo Lee Strasberg Theatre and Film Institute, o Ivana Chubbuck Studio e o Stella Adler Studio of Acting. Seus trabalhos na área de atuação incluem vários comerciais, uma participação no programa de TV israelense “Hachaverim Shel Naor” e os curtas-metragens “Walk Away” e “Woman On Top”, gravados nos Estados Unidos, além do filme da Netflix.
Larissa Andrade (crédito – Diego Fuga)
 Larissa evidencia que, por ser modelo, já tinha experiência em interagir com a câmera e, depois de fazer alguns comerciais, decidiu estudar atuação. “Me apaixonei por essa área. Parece que era o que eu estava procurando profissionalmente há muito tempo”, ressalta, indicando também que pretende manter o foco em sua nova profissão. 
Para participar de “Alien Warfare”, ela fez um teste e foi aprovada após algumas etapas. O processo de preparação para interpretar a personagem levou três meses e contou com exercícios de expressão corporal e vocal, além de ensaios para as cenas do filme. “Me preparei com treinadores particulares, pois meu tempo era curto e encontrar o sentimento para cada cena demanda muito estudo e dedicação”, conta. 
 
Filme
O enredo de “Alien Warfare” é centrado em militares das Forças Especiais que combatem alienígenas. A personagem interpretada por Larissa Andrade é a cientista brasileira Isabella Ferreira. Na história, a pesquisadora está num centro de pesquisa protegido pelo governo, mas o local perde comunicação com o meio externo sem explicações.
Gravações do filme Alien Warfare (crédito – divulgação)
Por conta disso, militares são enviados à área para descobrir o que aconteceu. Ao chegarem no local, eles encontram a cientista, porém não sabem quem ela é e isso gera uma desconfiança entre todos. A atriz goiana relata que, ao longo do filme, são explorados os mistérios a respeito do trabalho que era realizado naquele lugar. 
“Esses militares vão até lá achando que é uma missão, mas depois percebem que é algo totalmente diferente. A minha personagem é a chave para desvendar esse mistério”, revela. No filme, Larissa contracena com David Meadows, Clayton Snyder, Scott Roe e Daniel Washington, entre outros atores. Ela afirma ter se sentido muito à vontade no set de filmagem e elogia o respeito e o carinho que recebeu dos atores e do diretor. 
“A interação com eles foi muito legal, porque todo mundo se ajudou, foi bem cooperativo. E é por isso que eu gosto de atuar, porque você não atua sozinho. Você precisa do feedback do outro ator para desenvolver a sua cena”, destaca. Para ela, esse relacionamento criado com os colegas de cena a ajudaram muito para apesentar o seu melhor desempenho em “Alien Warfare”.