Um espetáculo delicioso retorna aos palcos renovado e cheio de energia. Com novos integrantes no elenco, a comédia tem diálogos precisos, excelente ritmo e uma trama inteligente, que envolve o público com uma sagaz comicidade.

Por Katia Saules  – Atriz, formada em Artes Cênicas, escritora, critica de artes.

O grande mestre Flavio Marinho adaptou a comédia dos franceses Gérard Bitton e Michel Munz, com cenas recheadas de boas surpresas e situações extremamente engraçadas.

Fabio Vila Verde interpreta Henrique,  um incorrigível solteirão que, segundo o testamento de sua tia, precisa se casar para receber uma polpuda herança.  Como não tem intenção de se relacionar seriamente com ninguém, o protagonista aceita a ideia de um advogado (papel de Junno Andrade) para se casar com um outro homem (o ator Renato Rabelo), sem qualquer vínculo sexual ou sentimental, o que não traria problemas para a sua liberdade. Tudo parece estar caminhando muito bem até que reviravoltas acontecem e tornam cada cena uma grata surpresa. Situações inusitadas fazem o público gargalhar.

Com o sensacional cenário de Neise Zeenobio da Costa, funcionais figurinos de Natália Suarez, colaboração artística de Marcos Pasquim e direção artística de J.R. DeVille, o elenco faz rir do início ao fim.

Fábio Villa Verde está perfeito na pela de Henrique, e conduz com muita segurança o personagem central que se casa com o melhor amigo, Dodô, maravilhosamente interpretado por Renato Rabello, que garante os melhores momentos da peça.

Marcos Wainberg faz o pai de Henrique e arrebenta do início ao fim, mostrando seu lado mais sisudo na primeira cena e depois revelando uma outra vertente, hilária, diga-se de passagem, com muita versatilidade e talento.

Regiane Cesnique faz Elza, que entra do meio para o final da trama como a nova namorada de Henrique e contribui significativamente para o desenrolar de toda a divertida história.

A feliz surpresa foi ver Junno Andrade em cena, como um advogado descontrolado, que dá a ideia central para a solução do problema dos seus amigos, e vive atormentado com sua ex mulher. Divertido, inteligente e ágil, mostra seu talento e humor de forma muito graciosa e perspicaz.

Um elenco estupendo e afinadíssimo, numa dinâmica incansável, uma direção enxuta com ótimas marcações, tudo coopera para que tenhamos uma Noite Feliz, independente do Casamento ser ou não.