O casal fundador da UENI, Christine e Anh, do escritório da startup em Londres

Com tecnologia de ponta, usuário recebe um site profissional customizado ao seu negócio em aproximadamente 48 horas. Cerca de 100 mil sites já foram ao ar nestas regiões

A ideia que começou na Europa, se alastrou pela América do Norte também, e chegou recentemente ao Brasil, levando a milhares de empreendedores a possibilidade de estar no mundo digital, e com as ferramentas adequadas para fazer negócios online.

Graças ao avanço da inteligência artificial criada pela UENI – uma startup fundada em Londres pelo casal Christine Telyan e Anh Pham Vu , executivos de negócios da renomada Universidade de Havard, diariamente são entregues cerca de 2 mil sites customizados só entre a América do Norte e o Brasil, sem contar os demais países.

No Brasil, assim como nos demais países, são cerca de 700 categorias dos mais diversos tipos de negócios. Cada país, com as suas especificidades adaptadas a cada realidade. A brasileira foi trabalhada frente às listagens do Sebrae e de outros órgãos de apoio aos pequenos negócios. O mesmo ocorre no México, Estados Unidos e Canadá.

Com a experiência de quem já reúne mais de 350 mil sites para pequenos negócios mundo a fora, a UENI atua oferecendo gratuitamente presença digital e ferramentas de impulsionamento, o que ajuda muito no posicionamento dos negócios no ranking de buscadores como o Google, por exemplo. Também existem opções mais elaboradas dentro de outros tipos de pacotes de serviços, compra de domínio, e outros, mas trata-se de uma opção de cada cliente.

Com um aporte recente de 30 milhões de doláres de investidores do mundo todo, e presença em 7 países – além do continente americano (Estados Unidos, Canadá, México e Brasi), soma-se ainda o Reino Unido, Espanha e a Índia, a startup apresenta um crescimento expressivo, e seu foco é continuar apresentando soluções e agilidade ao empreendedor de acordo com a necessidade de cada região. “Nossa tarefa é ajudar pequenos negócios a terem presença digital, e para isso eles precisam ter o seu próprio site, o que é fundamental para que sejam vistos pelos motores de buscas, como o Google. Isso faz com que qualquer profissional ou negócio seja facilmente encontrado pelo cliente que procura por produtos e serviços em determinada região”, define a fundadora da UENI, Christine Telyan.

Para se ter uma ideia da receptividade e necessidade dos empreendedores no Brasil e na América do Norte – em menos de dois meses, foram entregues mais de 25 mil em território brasileiro; nos Estados Unidos a contabilidade até agora é de mais de 46 mil sites entregues, já no México a conta passa dos 35 mil sites, enquanto o Canadá passa dos 5 mil sites colocados no ar.

“O nosso objetivo é construir sites gratuitos para 2 milhões de usuários no mundo todo em 2020, e o Brasil certamente terá mais de 30 mil sites gratuitos até o comecinho do ano que vem. Estamos nos dedicando para dar uma condição de crescimento consistente aos empreendedores, com novas ferramentas para negócios, pagamentos e marketing online de forma acessível para os pequenos negócios”, destaca Christine.

Para experimentar este serviço visite o site:  http://www.ueni.com

Cada país atua no seu próprio idioma. No caso do Canadá, o francês também está disponível.