Com uso de ferramentas e metodologia comportamental, pais conseguem reduzir estresse e manter a harmonia em alta em casa no período de quarentena

As mudanças sociais provocadas pelo avanço da pandemia do novo coronavírus estão impactando as relações familiares. Quatro em cada 10 pais disseram que gritaram com os filhos durante a quarentena, revela pesquisa da Universidade de Michigan (EUA). O levantamento feito em março não apresenta um cenário exclusivo dos norte-americanos.
Segundo a especialista em comportamento e master coach da Febracis Goiânia, Cristiane Oliveira, o isolamento social, as alterações nas relações de trabalho e o medo de contaminação afetam os brasileiros assim como as populações dos demais países, que enfrentam a Covid-19.

Na pesquisa online, 562 pessoas foram avaliadas e 19% disseram que estão gritando mais com as crianças. O relatório mostra que 50% dos pais estão preocupados com o fato de não poderem pagar as contas e 55% do total com a possibilidade do dinheiro acabar. “É natural que o estresse e a ansiedade chegue e desorganize o cotidiano como um todo. Embora o cenário mundial apresente o caos, o momento é oportuno para reajustes não só em todo o sistema de saúde, mas também no ambiente de trabalho e em casa”, afirma Cristiane Oliveira.

Para a especialista, o atual cenário com mais tempo com os filhos gera conflitos dos mais variados, até mesmo não saber o que fazer com o tempo que anda sobrando com a família. Ela comenta que as famílias estão enfrentando muitos desafios para cuidar dos filhos em tempo integral com as escolas e creches fechadas. A alteração nas rotinas também gera instabilidade. Segundo Cristiane, a rotina é um elemento importante no dia a dia dos adultos e crianças, pois a organização de horários e tarefas traz sentimentos de estabilidade, comprometimento e segurança.

Mas, mesmo durante à pandemia, ela garante que é possível reorganizar a rotina e estabelecer hábitos saudáveis, que podem potencializar as qualidades dos filhos, melhorar o desenvolvimento emocional e pessoal, além de outros benefícios do dia a dia com mais harmonia dentro de casa. A especialista diz que informações sobre o poder da rotina familiar podem ser acessadas pelo link https://digital.febracis.com.br/o-poder-da-rotina-familiar-un/?ref=H23805040W&hsrc=aW1wcmVuc2E%3D.

Cristiane diz que com pequeno planejamento é possível dedicar um tempo de qualidade e fazer toda a diferença para a criança. “Pequenas atitudes podem transformar a vida do seu filho e da família de forma geral. Por exemplo, abraçar o filho e dedicar alguns minutos para ouvi-lo fazem uma grande transformação na forma como ele se comporta ao longo do dia. Isso evita, por exemplo, ter que puni-lo por mau comportamento e ajuda a reduzir o estresse infantil.”