Gabriel/Shiga antes da capotagem: prova tensa e difícil (Sanderson Pereira/Can-Am Monster Energy)

Prova repete alto padrão de dificuldades do primeiro dia. E também de perigos: a dupla Gabriel Varela/Eduardo Shiga capotou seu Can-Am, mas saiu ilesa

Bruno Varela e Gustavo Bortolanza venceram nesta sexta-feira (11) a segunda especial do RN1500, corrida que vale pela segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para competidores de UTVs. A dupla da Varela Can-Am Monster Energy foi a melhor nos 191 quilômetros de estágio realizado entre as cidades de Campina Grande (PB) e Parelhas (RN), ao fechar o percurso em 2h24min47s. A prova repetiu o nível de dificuldade do primeiro dia, quando Bruno/Bortolanza chegaram em segundo em uma especial classificada pelos competidores como uma das mais perigosas e desafiadoras da década.

A dupla, que venceu a primeira etapa do campeonato, o Rally Jalapão, segue com o objetivo de tentar conquistar a ponta também na corrida deste fim de semana no Sertão nordestino. Os atuais líderes da prova, Denísio do Nascimento/Idali Bosse, possuem uma vantagem de apenas 14 segundos. Os adversários de Varela e Bortolanza ficaram com a segunda colocação na especial de hoje, que chegou ao Rio Grande do Norte.

A dupla tricampeã mundial Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin fechou a especial de hoje na oitava colocação, mesmo posto que ocupam no acumulado dos tempos. Um detalhe curioso foi o fato de Gugelmin ter sido obrigado a descer do carro para abrir uma porteira, que estava fechada e bloqueando a passagem da prova.

Capotagem – O Rally RN1500 deu sequência no seu segundo dia ao padrão de dificuldades técnicas e perigos espalhados pelo trajeto. Nesta sexta-feira, a dupla Gabriel Varela/Eduardo Shiga capotou seu Can-Am Maverick X3 Turbo em uma cena mostrou que os duos estão andando no limite em meio às adversidades oferecidas pelo Sertão.

“O roteiro é muito acidentado, cheio de pedras, e a planilha é bastante técnica, às vezes com três anotações (informações para o navegador repassar ao piloto) em um espaço de menos de 100 metros de percurso”, resumiu Gabriel. “Isso faz crescer a pressão sobre a dupla, que precisa ser rápida e não errar nenhuma manobra, sempre andando no limite. Felizmente, na nossa capotagem, o UTV nos protegeu bem, saímos ilesos do acidente”, conta o piloto da equipe Can-Am Monster Energy.

O RN1500 terá sequência neste sábado (12), quando a caravana do rali deixará Parelhas e seguirá em direção a Mossoró, no interior potiguar. O percurso total contará com 289 quilômetros, sendo 209 deles cronometrados. Este será o penúltimo estágio da prova.

Classificação da segunda especial do RN1500:
1º – Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3) – 2h24min47s
2º – Denísio do Nascimento/Idali Bosse (Can-Am Maverick X3) – 2h26min28s
3º – Riamburgo Ximenes/Flávio França (Can-Am Maverick X3) – 2h29min35s
4º – Neto Valentim/Breno Rezende (Can-Am Maverick X3) – 2h29min36s
5º – Leonardo Beleza/Anibal Feijó (Polaris RZE Pro XP) – 2h29min54s
6º – Roberto Keller/Marcelo Ritter (Can-Am Maverick X3) – 2h30min32s
7º – Bruno Dantas Santos/Henrique Correia (Can-Am Maverick X3) – 2h32min18s
8º – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3) – 2h32min38s
9º – Fábio Rudiger/Jhonatan Ardigo (Can-Am Maverick X3) – 2h33min25s
10º – George Ximenes/Wellington Rezende Jr. (Can-Am Maverick X3) – 2h34min49s

Classificação do RN1500 após duas especiais:
1º – Denísio do Nascimento/Idali Bosse (Can-Am Maverick X3) – 5h00min26s
2º – Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3) – 5h00min41s
3º – Neto Valentim/Breno Rezende (Can-Am Maverick X3) – 5h05min35s
4º – Roberto Keller/Marcelo Ritter (Can-Am Maverick X3) – 5h11min00s
5º – George Ximenes/Wellington Rezende Jr. (Can-Am Maverick X3) – 5h12min36s
6º – Riamburgo Ximenes/Flávio França (Can-Am Maverick X3) – 5h13min33s
7º – Leonardo Beleza/Anibal Feijó (Polaris RZE Pro XP) – 5h13min59s
8º – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3) – 5h15min38s
9º – Marcelo Tomasoni/Luís Felipe Eckel (Can-Am Maverick X3) – 5h15min44s
10º – Rodrigo Varela/Gunar Dums (Can-Am Maverick X3) – 5h18min34s