O calendário maia foi o método empregado pela civilização maia na contagem do tempo, que o desenvolveu mediante a observação dos astros, bem como através dos seus conhecimentos notáveis em Matemática. Ainda hoje, ele é utilizado por uma parte da população da Guatemala.

Contando com 365 dias, o calendário dos maias considera o tempo circular, o que significa que eventos importantes se repetem.

Como funciona o calendário maia?

O calendário maia combina dois calendários, o Haab e o Tzolkin.

Haab

O Haab, considerado o calendário civil dos maias, é um calendário solar, e tem 365 dias.

O mesmo é dividido em 18 meses com 20 dias cada, ou seja, 360 dias. Os 5 dias restantes não pertenciam a nenhum mês, porque eram considerados “dias maus”.

Assim, nos chamados Uayeb, ou “dias sem nome”, os maias não saíam de casa para evitar acidentes.

Os nomes dos meses no calendário Haab são:

1. Pop
2. Uo
3. Zip
4. Zotz
5. Tzec
6. Xul
7. Yaxkin
8. Mol
9. Chen
10. Yax
11. Zac
12. Ceh
13. Mac
14. Kankin
15. Muan
16. Pax
17. Kayab
18. Cumku

Tzolkin

O Tzolkin é um calendário sagrado, ou cerimonial, uma vez que era utilizado na marcação de eventos importantes, tal como a realização de casamentos.

Ele conta com 260 dias, numa referência ao número da gestação das mulheres, que é de aproximadamente 260.

Os anos do Tzolkin não são contados, bem como as semanas podem ter 13 ou 20 dias e se intercalam. As semanas de 13 dias são “semanas numeradas”. Já as semanas de 20 dias são “semanas nomeadas”, pois cada dia recebe um nome, conforme abaixo:

0. Ahau
1. Imix
2. Ik
3. Akbal
4. Kan
5. Chicchan
6. Cimi
7. Manik
8. Lamat
9. Muluc
10. Oc
11. Chuen
12. Eb
13. Ben
14. Ix
15. Homens
16. Cib
17. Caban
18. Etznab
19. Caunac

Repare que existe o dia “zero”, algo que é exclusivo do calendário maia.

Calendário de Conta Longa

Além do Haab e do Tzolkin, havia também o “Calendário de Conta Longa”, que não  não era usado diariamente.

Ao contrário dos outros, o calendário de conta longa era linear, tal como o calendário utilizados pela maior parte do mundo, o calendário gregoriano. De todo modo, ele também considerava algumas características cíclicas.

Ainda, de acordo com especialistas, o Calendário Maia acabou dia 12.12.12, o que sugeriria o fim do mundo. Outros estudiosos, dizem que há um erro matemático de oito anos e que o fim do mundo aconteceria ainda em 2020.

Fonte: Calendar