O governador do Texas, o republicano Greg Abbott, anunciou esta terça-feira que as escolas públicas e edifícios governamentais do estado não poderão exigir o uso de máscara a partir de 5 de junho.

Esta decisão faz parte de uma nova ordem executiva que proíbe as entidades governamentais do Texas, entre elas as cidades e os condados, de exigir o uso de máscaras na luta contra a pandemia de covid-19.

A partir desta sexta-feira, qualquer entidade governamental que tente exigir que as pessoas cubram o rosto dentro das suas instalações poderão ser multadas em até 1.000 dólares.

A ordem vai afetar grande parte das escolas públicas do Texas, já que as instituições de ensino foram autorizadas a seguir as suas próprias políticas depois de Abbott ter acabado com a exigência da máscara em todo o estado no início de março.

Segundo a nova regra, “nenhum estudante, professor, pai ou outro membro da equipa ou visitante pode ser obrigado a usar uma máscara facial” a partir de 5 de junho.

A ordem, contudo, isenta instalações de habitação apoiadas pelo estado, hospitais de propriedade ou operados pelo governo, instalações do Departamento de Justiça Penal do Texas, instalações do Departamento de Justiça Juvenil do Texas e prisões municipais e de condados.

A medida é confirmada no Texas dias após autoridades federais avançarem que as pessoas completamente vacinadas contra a covid-19 nos Estados Unidos podem agora passar a maior parte do tempo sem máscara, mesmo que estejam em espaços fechados ou com um grande grupo de pessoas.

A mudança de regras, feita pelos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), aproxima os EUA de um regresso à normalidade, embora ainda seja atualmente recomendado o uso de máscara no transporte e em alguns locais onde a infeção pode ser mais fácil ou colocar populações vulneráveis em risco.

As pessoas vacinadas devem usar máscaras e manter uma distância segura quando forem ao hospital, consultório médico ou instalações de cuidados prolongados.

Fonte:EFE