ACNUR/Andrew McConnell Pai afegão deslocado e três dos seus filhos em seu lar temporário em Kariz-e-mir, periferia de Cabul. A família se deslocou para o norte de Kunduz em maio de 2021, após a sua casa ter sido destruída

Genebra, janeiro de 2022 – O Afeganistão está se tornando uma das piores crises humanitárias do mundo. Após 40 anos de guerra, que resultou em um declínio econômico e aumento da pobreza, as pessoas afegãs, em 2021, enfrentaram a intensificação do conflito, a pior seca dos últimos 27 anos e uma profunda instabilidade política.

Hoje, cerca de 24,4 milhões de pessoas – 55% da população – necessitam de assistência humanitária, um aumento espantoso de 30% desde 2021.

Após o deslocamento recorde de quase 700 mil pessoas no ano passado, cerca de 9,2 milhões de pessoas foram afetadas pelo deslocamento forçado e necessitam de suporte para retornar aos seus locais de origem, sempre que possível.

Décadas de conflito também obrigaram milhões de afegãos a buscarem proteção internacional nos países vizinhos, onde pessoas refugiadas e comunidades de acolhida precisam continuamente de apoio.

Organizações humanitárias parceiras se reuniram a fim de avaliar as necessidades no Afeganistão e países vizinhos de acolhida de pessoas refugiadas (Irã, Paquistão, Tajiquistão, Turquemenistão e Uzbequistão), e desenvolveram estratégias e atividades necessárias para atendê-las.

Jornalistas estão convidados a acompanhar, virtualmente, o lançamento conjunto do Plano de Resposta Humanitária para o Afeganistão e o Plano de Resposta a Refugiados, que abrange as pessoas refugiadas e as comunidades de acolhimento nos cinco países vizinhos, no dia 11 de janeiro, a partir das 07h30 (horário de Brasília).

O evento será transmitido ao vivo em https://media.un.org/en/webtv.

O ACNUR segue atuando no Afeganistão para salvar vidas e assegurar os direitos da população impactada pela crise. Qualquer pessoa pode doar para o ACNUR e apoiar os projetos da agência no país.

Agenda do evento: 

Apresentação do Plano de Resposta Humanitária para o Afeganistão (PRH) de 2022 

  • Mr. Martin Griffiths, Subsecretário-geral para Assuntos Humanitários e Coordenador de Ajuda de Emergência da ONU

Apresentação do Plano Regional de Resposta à Situação no Afeganistão (PRR) de 2022 

  • Mr. Filippo Grandi, Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados

Representante do terceiro setor

  • Representante das pessoas refugiadas – Dr. Saleema Rehman, médico afegão refugiado no Paquistão e vencedor do Prêmio Nansen 2021 da região asiática.

Moderador

  • Ms. Dominique Hyde, Diretora de Relações Externas do ACNUR

Para mais informações, favor contatar:

OCHA 

ACNUR