“Teteu” chega a faturar cerca de R$ 30 milhões ao ano com itens diversos

Construir um negócio de sucesso não é uma missão fácil — muito menos, em um outro país. Trilhar uma jornada profissional no exterior requer dedicação, empenho e muito planejamento, e essa é a história da Teteu. Fundada pelo carioca Edson David, de 54 anos, e pela recifense Juliana Neves David, de 46 anos, a marca de produtos brasileiros está conquistando o mercado americano com itens diversos, em um modelo de negócios que já conquistou a marca dos R$ 30 milhões de faturamento anual.

O início desta história de sucesso surgiu de uma proposta inusitada. Em uma conversa com sua concunhada — que já morava em Nova York — David recebeu o convite de se mudar para o local, com a oportunidade de trabalhar como ajudante de caminhoneiro. Vislumbrado pelo futuro à frente, rumou ao estado em julho de 1995, onde permaneceu por 15 anos e tendo se tornado caminhoneiro ao adquirir seu próprio veículo. Mas, não só de trabalho se fundamentou sua experiência ao longo destes anos.

Em 2009, David e Juliana se conheceram, consagrando seu relacionamento em matrimônio pouco tempo depois, em 2011. Durante anos, permaneceram no estado com Edson trabalhando no ramo de logística e Juliana no de vendas, até que outra oportunidade bateu em suas portas. Em março de 2015, receberam a oferta de compra de uma parte da companhia na qual a esposa trabalhava, em uma rede de distribuição na Flórida. Agarrada imediatamente, uma nova mudança foi finalizada, consagrando o primeiro passo do que seria seu grande propósito profissional.

Após meses já estabelecido em sua rotina, uma noite de sonho despertou um desejo em David. “Sonhei que tinha uma marca com meu filho, cujo nome era Teteu. O logo era um desenho de seu rosto com seu sinal de nascença e o slogan uma frase que dizia desde pequeno quando chegava da escola. Ele falava sorrindo: ‘olha ele aí’, quando me via. Essa cena ficou marcada em minha memória, abrindo meus olhos para algo que quis trazer para a realidade”, relembra.

A ideia logo se transformou em algo palpável. Em janeiro de 2019, a ideia da marca começou a surgir, sendo carinhosamente nomeada em homenagem a seu primeiro filho Matheus, o qual havia nascido em 2016. Com David assumindo a parte de logística, Juliana responsável pelas vendas e com o apoio de mais um funcionário, a empresa iniciou suas operações, focando sua distribuição para lojas e supermercados do estado da Flórida. Com mais de dois mil produtos fornecidos pela Panamerica Food, de New Jersey, a Teteu foi a grande responsável por começar a inserir novas opções alimentícias no catálogo, começando pelos queijos frescos e coalhos. A aceitação e sucesso foram velozes, permitindo que pudessem investir na diversificação de seus produtos disponíveis.

A união da marca à distribuidora permitiu um complemento das linhas, com itens que iam muito além das opções alimentícias. Quem procura a marca, hoje, encontrará uma seleção de comidas refrigeradas, mandioca congelada, condimentos como noz-moscada e pimenta-do-reino – os quais começarão a ser comercializados a partir de outubro, panelas para preparar cuscuz e muitos outros objetos brasileiros variáveis para todos os públicos — sendo que, dentre todos, o pão de queijo e a tapioca ainda são os campeões de vendas. “Sempre nos preocupamos em prestar um serviço de qualidade, em tempo veloz e honesto, para nos destacar em meio ao setor regional”, defende.

Com uma rede de 378 clientes atendidos atualmente em 12 estados americanos — como o Texas e a Carolina do Norte — e 20 funcionários compondo sua equipe, as expectativas para a Teteu são enormes. Para continuarem suportando seu crescimento, a mudança para uma sede que tenha uma infraestrutura mais adequada será uma das principais medidas, de forma que consigam ter um ambiente propício para organizarem suas demandas.

Com esse espaço delimitado, a meta é expandir suas vendas para restaurantes do país, englobando cada vez mais estados com sua marca. “Nos orgulhamos em termos construído um negócio que já ganhou a preferência de muitos consumidores. Queremos continuar levando essa qualidade para cada vez mais pessoas, conquistando credibilidade no mercado”, finaliza o empreendedor.